ABOUT THE MARKET

Em 21 anos, concessões ferroviárias atraíram R$ 92 bilhões em investimentos

Com a constante discussão sobre a necessidade da mudança da matriz de transportes brasileira e sobre a importância do investimento nas ferrovias de carga no Brasil como alternativa ao transporte rodoviário, a Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF) divulgou um estudo que comprova a eficácia deste modal e o quanto ele pode contribuir para o desenvolvimento do País.

Segundo dados da associação, desde 1996, quando as concessões tiveram início no Brasil, as empresas investiram mais de R$ 92 bilhões nas malhas ferroviárias nacionais, aproximadamente R$ 4,38 bilhões por ano, tornando-se um exemplo bem-sucedido de concessão de serviços à iniciativa privada.

Nestes 21 anos (o estudo leva em consideração até 2017), as ferrovias ampliaram em mais de 170% a sua produção, de 137 bilhões de toneladas para 375 bilhões. Consequentemente, o número de empregos gerados no setor neste período cresceu quase 142%, indo de 16.662 em 1996 para mais de 40 mil no ano passado.

Essa evolução positiva também se deu em relação à frota de material rodante, com aumentos de 176% no número de locomotivas e de 154% no de vagões, beneficiando toda a indústria em torno do modal, que se encontrará para continuar o debate a respeito deste tema no principal evento dedicado ao mercado metroferroviário da América Latina, o NT Expo - Negócios nos Trilhos. O evento reunirá as principais operadoras de trens de cargas do País, autoridades, especialistas e empresas do setor no São Paulo Expo em 2019, de 19 a 21 de março, para discutir como desenvolver o segmento ainda mais e torná-lo o principal meio de transporte de cargas do Brasil.
ubm white

 

 

Newsletter

Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Invalid Input
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida