O MERCADO

Discussão sobre tarifas deve ser prioridade

Um tema que tira o sono dos operadores metroferroviários é a tarifação. “As tarifas devem ser discutidas a fundo. É preciso que se pratique políticas públicas de cobranças adequadas às demandas do modal”, opina Paulo Menezes Figueiredo, diretor-presidente da Companhia do Metrô de São Paulo. Uma alternativa, segundo ele, pode ser o subsídio, uma medida que pode ser eficiente na desoneração do setor.

“Os desafios são os custos cada vez maiores de transporte com tarefas cada vez mais reduzidas”, desabafa Harald Peter Zwetkoff, presidente da ViaQuatro. “Para equacionar isso é fundamental atrair clientes e promover ganhos de escala junto com outras medidas como a integração modal. Transportamos 700 mil passageiros por dia, mas nossa capacidade pode chegar a um milhão”.

Marcelo Dourado, diretor-presidente do Metrô do Distrito Federal (Metrô-DF), destaca que o segmento metroferroviário deve ser tratado como projeto de estado e não como projeto de governo para não sofrer com as mudanças eleitorais. “É o caminho para se combater a burocracia, incompetência e a corrupção”.

Fonte: Conteúdo Empresarial

ubm white

 

 

Newsletter

entrada invalida
entrada invalida
entrada invalida
e-mail invalido
Entrada Inválida
Entrada Inválida
Entrada Inválida